quinta-feira, 17 de maio de 2018

Destaques Wine Day Qualimpor 2018


Destaques Wine Day Qualimpor 2018



O Wine Day Qualipor 2018, realizado no dia 9 de maio na elegante Casa Miracolli, confirmou mais uma vez a excelência e qualidade das marcas que a importadora representa. Nos amplos salões e em parte da área externa da casa, espalhavam-se “ilhas” de degustação das vinícolas Herdade do Esporão, Quinta do Crasto e Quinta dos Murças, além dos rótulos orgânicos da Quinta do Ameal, dos Portos Taylor´s e Vargellas e dos cavas Freixenet. Uma novidade muito bem vinda neste ano, foi a apresentação de uma “Master Class” com alguns dos principais vinhos do catálogo da importadora, proporcionando aos presentes um rico panorama dos vinhos portugueses e cavas espanhóis.  Confira a seguir alguns dos destaque provados durante o evento:


Freixenet


Provamos o refrescante Freixenet Ginger Spritz on Ice, drink elaborado com bastante gelo, xarope de gengibre, limão tahiti, hortelã e Freixenet Ice.


Freixenet Reserva Real: Elaborado pelo método tradicional, com fermentação de 30 meses em garrafa. Visual amarelo palha, perlage fina e abundante. Ao nariz, aromas de frutas secas, brioche e discreto tostado. Em boca, revela-se um espumante complexo, elegante, cremoso, de acidez gastronômica e ótima persistência.   



Quinta do Ameal



Quinta do Ameal Loureiro: Tivemos a oportunidade de provar duas safras deste delicioso branco, que é elaborado com uvas de cultivo orgânico na região do Vale do Lima. Primeiramente a 2015, intensa e extremamente aromática. Em seguida a 2005, ainda cheia de frescor, com delicados aromas florais e frutados, ótima acidez em boca e muito persistente.



Quinta do Crasto


Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa 2013:  Intensa cor violeta impenetrável. Aromas complexos de frutas negras (amora e ameixas), notas de especiarias e discreta baunilha. Rico, encorpado e de elegância ímpar em boca, confirmando todas as notas olfativas, boa acidez e monumental persistência. Sem dúvida um dos melhores tintos já provados por nós!

Sobre a Vinha Maria Teresa:
 A Vinha Maria Teresa, cujo nome é uma homenagem à primeira neta de Constantino de Almeida (fundador da Quinta do Crasto), é uma vinha centenária e uma das mais antigas da quinta. Situada na encosta nascente da Quinta do Crasto, com excelente exposição solar e plantada em socalcos junto ao rio Douro, em cotas extremamente baixas, a Vinha Maria Teresa ocupa uma área de 4,5 hectares. Em 2013, dada a idade avançada da Vinha Maria Teresa, a Quinta do Crasto iniciou o mapeamento genético de cada casta que aqui está plantada, com o objetivo de proceder à reposição de videiras mortas por variedades geneticamente idênticas, perpetuando assim o “terroir” e o “field blend” desta vinha tão única. O projeto PatGen Vineyards, como se chama, é desenvolvido em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), visa identificar a totalidade das castas que fazem parte da Vinha Maria Teresa, sendo que, até ao momento, já foram identificadas 49 castas diferentes, entre elas, quatro castas de uva branca e uma casta de uva tinta “desconhecida”, ou seja, uma casta com a qual ainda não foi possível encontrar qualquer equivalência. A quantidade de uvas colhidas anualmente a partir da Vinha Maria Teresa é utilizada para produzir o vinho do Douro Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas. Nos anos de excecional qualidade, a produção anual de uvas da Vinha Maria Teresa é destinada à produção de um vinho “monovinha” que lhe honra o nome: o vinho do Douro Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa.  Fonte: https://www.quintadocrasto.pt/



Herdade do Eporão



Esporão Private Selection Branco 2014: Descrito no rotulo como um “desafio” ao perfil tradicional alentejano, este branco usa majoritariamente a casta Semillon para expressar as características do terroir local. Visual amarelo palha com reflexos dourados. Intenso e aromático, com notas de frutas tropicais, cítricas e leve tostado. Complexo em boca, mineral, untuoso e de ótima persistência.


Taylor’s



Taylor’s Single Harvest Port 1968: Um “Porto Tawny Colheita”, ou seja, elaborado exclusivamente com a safra de 1968, que foi envelhecida em cascos de carvalho durante 50 anos. Visual âmbar brilhante. Aromas complexos e de sedosa intensidade, notas de frutas secas, mel, caramelo, pistache e tabaco. Untuoso, confirmando toda complexidade aromática em boca, final de boca encantador, persistente e muito elegante. 



Cheers!

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Miolo Merlot Terroir é único vinho tinto brasileiro a conquistar ouro na França

Um dos ícones da vinícola Miolo, o vinho Miolo Merlot Terroir 2015 foi o único tinto brasileiro a conquistar uma Medalha de Ouro no Challenge International du Vin 2018, influente concurso de vinhos realizado em Bordeaux, na França.
 
Elaborado com uvas Merlot cultivadas em vinhedos próprios da Miolo no Vale dos Vinhedos, o rótulo traz o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (D.O.V.V.), primeira Denominação de Origem de vinhos no Brasil. Para conquistar a certificação, o vinho atendeu normas restritas de cultivo e elaboração, todas elas cumpridas criteriosamente pela Miolo, vinícola que possui o maior número de certificações da D.O.V.V. em seus vinhos.
 
A premiação valida a vocação do terroir do Vale dos Vinhedos para o cultivo da Merlot e atesta sua exitosa adaptação nos vinhedos da Miolo distribuídos entre os 100 hectares que a empresa possui no local.
 
“Considerando que Bordeaux é a origem e a referência mundial da Merlot, a conquista de uma Medalha de Ouro com o nosso Merlot Terroir no Challenge International du Vin atesta a altíssima qualidade deste vinho, resultado de uma cuidadosa seleção das melhores parcelas dos nossos vinhedos de Merlot no Vale dos Vinhedos”, comemora Adriano Miolo, superintendente do grupo. 
 
O premiado Merlot Terroir apresenta alta intensidade aromática e harmoniosa relação entre fruta e madeira, com notas de cereja, caramelo, cacau, café e trufas. Seus taninos aveludados conferem equilíbrio e elegância. Acompanha perfeitamente pratos de aromas intensos e complexos como pato assado ao tamarindo e risoto de funghi.
 
Grupo Miolo
 
O Grupo Miolo possui projetos em 4 regiões do Brasil com vinhedos próprios: em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos - Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional - Vinícola Seival (200 hectares); em Santana do Livramento (RS), Campanha Central - Vinícola Almadén (450 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco - Vinícola Terranova (200 hectares).

segunda-feira, 7 de maio de 2018

QUALIMPOR REALIZA A 7ª EDIÇÃO DO WINE DAY PELO BRASIL



qualimpor_.jpg

QUALIMPOR REALIZA A 7ª EDIÇÃO DO WINE DAY PELO BRASIL

A Qualimpor, importadora de vinhos, azeites e cavas há 23 anos no Brasil, realiza de 7 a 17 de maio a 7ª edição do Wine Day, com degustação de produtos exclusivos e rótulos premiados.
O Wine Day Qualimpor passará pelas cidades de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Vitória, Brasília, Porto Alegre, Florianópolis e Balneário Camboriú e terá prova de vinhos e azeites das vinícolas Herdade do Esporão, Quinta do Crasto e Quinta dos Murças, além dos rótulos orgânicos da Quinta do Ameal, dos Portos Taylor´s e Vargellas e dos cavas Freixenet.
Evento destinado a enófilos e profissionais do universo do vinho, terá a presença de João Roquette, diretor da importadora; de Diogo Melo (Esporão), de Tomás Roquette (Quinta do Crasto),
de Pedro Araujo (Quinta do Ameal), de Fernando Seixas (Taylor´s) e Fabiano Ruiz (Freixenet).

Destaque às novidades no portfólio da Qualimpor, como o Esporão Colheita Tinto 2016 e Esporão Colheita Branco 2017 e ao Porto Crasto 1998. Além destes, outras novidades serão apresentadas
aos convidados, como os novos tintos Quinta dos Murças Minas e Quinta dos Murças Margem, o branco Bico Amarelo, o Single Harvest Taylor´s 1968 e os cavas Rodestiu e Freixenet Ice.

Importadora Qualimpor 
(11) 5181-4492 
www.qualimpor.com.br


Em breve, iremos postar nossas avaliações e destaques provados durante o evento! 

Cheers!

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Girl Power: seis mulheres comandam evento de vinhos inédito no Brasil

Sommelières brasileiras integram o projeto ‘Rainhas de Copas’, promovido pela Wines of Chile

A arena da batalha é São Paulo. A data do duelo é 15 de junho. Em disputa estarão alguns dos mais expressivos vinhos do Chile. Seis sommelières brasileiras colocam suas cartas de vinhos na mesa no evento inédito ‘Rainhas de Copas’, que promete balançar o mundo do vinho no Brasil.
Promovida pela Wines of Chile, a ação surge como um reflexo do protagonismo das mulheres no segmento e reforça a presença cada vez mais significativa de sommelières – esse é o feminino da palavra sommelier – em um ambiente majoritariamente masculino. Sem procedentes no País, é a primeira vez que um projeto reúne exclusivamente as mulheres do vinho.
“O projeto Rainhas de Copas acontece de forma piloto no Brasil e reflete o posicionamento de vanguarda do Chile em antecipar tendências e atender a demandas não apenas de consumo, mas também comportamentais. Além de reconhecer e valorizar o protagonismo feminino no mundo do vinho, queremos demonstrar que a experiência de consumir um vinho do Chile pode ser lúdica, divertida, informal e sem regras. O que mais importa é a experiência que o consumidor terá na degustação. A escolha da melhor carta é uma forma de fechar o duelo, que será, obviamente, exclusivamente com vinhos chilenos de qualidade indiscutível”, resume Angelica Valenzuela, diretora da Wines of Chile.
As Rainhas de Copas (copas = taças, em espanhol) que participam do duelo são as sommelières Daniela Bravin, Débora Breginski, Eliana Araújo, Gabriela Bigarelli, Gabriele Frizon e Jéssica Marinzeck. De hoje, dia 2 de maio, até o dia 5 de maio, as seis rainhas estarão no Chile para um roteiro intenso de visita às vinícolas, degustação dos vinhos e seleção dos rótulos que vão fazer parte de suas cartas.
No dia 15 de junho (sexta-feira), no charmoso e badalado Bar de Cima, nos Jardins, as sommelières apresentam suas cartas e duelam pelo voto do público. O consumidor vai decidir de qual carta que ele mais gostou. A vencedora ganha - além da coroa que a eleva ao posto de Rainha de Copas - uma viagem exclusiva ao Chile.
As vinícolas que participam do projeto e abrem as portas – e as rolhas! – para as sommelières no Chile são: Aresti, Bisquertt Family Vineyards, Casa Silva, Casas del Bosque, Cono Sur, El Principal, Emiliana, Gandolini, Indomita, Matetic Vineyards, Perez Cruz, Santa Carolina, Siegel Family Wines, Terranoble, Valdivieso, Ventisquero e Veramonte. Os vinhos selecionados e a carta de cada sommelière serão divulgados em breve!
Conheça abaixo quem são as Rainhas de Copas:
Daniela Bravin: a intrépida sommelière conta com mais de 20 anos de atuação no segmento, foi sommelière de restaurantes badalados de São Paulo e atualmente comanda três projetos autorais: o Sommelier Itinerante, que faz intervenções etílicas pela capital em locais pouco convencionais; o Vinhos da Titia, uma espécie de clube de vinhos com campanhas especiais; e o novo Sede261, espaço aberto ao público três dias por semana focado no serviço de vinhos em taças.
Débora Breginski: vem colecionando prêmios desde 1997, incluindo o terceiro lugar na categoria ‘Melhor Sommelier’ pela Revista VEJA São Paulo; ela foi a primeira mulher a disputar o título, tornando-se a primeira sommelière do Brasil a receber amplo reconhecimento. Foi sommelière do Grupo Fasano, período em que criou o projeto Vinho na Rua, com Manuel Beato, seu mentor. O objetivo é oferecer experiências em um evento itinerante, em ruas, casamentos e festas.
Eliana Araújo: é sócia da Wine Soul Store, na luxuosa Rua Oscar Freire. Promove degustações na Livraria Cultura unindo o universo dos vinhos a músicas e filmes, por exemplo. Foi sommelière de apoio na Copa do Mundo da FIFA Brasil e já foi premiada pelas revistas Prazeres da Mesa e VEJA São Paulo. Lançou, em 2004, o projeto literário Passaporte do Vinho, que até hoje é realizado no Brasil (um livreto com noções básicas do mundo do vinho).
Gabriela Bigarelli: atua no segmento há 18 anos e atualmente presta consultoria para mais de 25 renomados e premiados restaurantes de São Paulo (entre os quais o Grupo Maní, que está na lista dos melhores restaurantes do mundo). Também comanda sua própria casa, o restaurante Terço.
Gabriele Frizon: sommelière responsável pela elaboração das cartas e serviço de vinhos em hotéis de luxo do Brasil como Emiliano, Tivoli e Palácio Tangará. Conquistou o Prêmio de Excelência da revista norte-americana Wine Spectator e já foi premiada pela revista brasileira Prazeres da Mesa.
Jéssica Marinzeck: certificada pela Court of Masters Sommeliers e estudante do Diploma WSET, conta com vasta experiência em negociação, importação, eventos internacionais de vinhos, consultoria, vendas, e-commerce, sommellerie e como escritora. É criadora da JM Wines, especializada no desenvolvimento, gerenciamento e distribuição de marcas exclusivas de vinhos da Califórnia e do Chile.
Rainhas de Copas – Wines of Chile
Dia 15 de junho (sexta-feira), das 20 horas à meia-noite

Bar de Cima – Rua Oscar Freire, 1.128

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Vinícola Masi em Degustação Harmonizada no Empório Frei Caneca


Vinícola Masi em Degustação Harmonizada 
no Empório Frei Caneca


A Vinícola Masi realiza, em parceria com a Importadora Épice, uma Degustação Harmonizada no dia 20 de abril, sexta-feira, às 19h30. Comandado pelo embaixador da Masi BrasilVincenzo Protti, o evento acontece no Empório Frei Canecamegaloja localizada no Shopping Frei Caneca.

Serão degustados os vinhos Masi Costasera Riserva, Masi Amarone Classico, Masi Brolo Oro, Masi Campofiorin, Masi Masianco Pinot Grigio Masi Passo Doble, todos harmonizados com antepastos especialmente preparados para a ocasião.


Vinhos da Vinícola Masi que serão degustados no Empório Frei Caneca – Foto: divulgação

O investimento para a participação no evento é de R$ 99,00, sendo que 50% do valor podem ser revertidos em compras dos produtos degustados. As vagas são limitadas e as reservas devem ser realizadas pelo telefone (11) 3472.2082.



Sobre o Empório Frei Caneca
Empório Frei Caneca é uma megaloja localizada no Espaço Gourmet do Shopping Frei Caneca (3º Piso), em São Paulo (SP). É moderna e aconchegante, projetada para oferecer uma experiência de compra inesquecível a seus visitantes em seus diversos nichos de produtos. Oferece um mix de cerca de seis mil itens, distribuídos em espaços específicos que guiam o consumidor em uma experiência sensorial pela loja.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

QUINTA DO CRASTO COLHEITA 1998: UM NOBRE VINHO DO PORTO


A Importadora Qualimpor traz ao Brasil, em quantidade limitada, o vinho Quinta do Crasto Colheita 1998, um Porto Tawny produzido a partir de uma única colheita e com uvas provenientes das Vinhas Velhas do Crasto, vinícola localizada em pleno Vale do Douro, a mais exuberante e antiga região regulamentada do mundo. Este Porto Colheita é um vinho raro e especial, pois foi elaborado como uma homenagem da quarta geração da família ao filho do fundador da Quinta do Crasto, Fernando Moreira d´Almeida, um grande entusiasta da produção de Porto. Além disso, este vinho atingiu a maturação em antigos cascos de carvalho desde o ano da vindima até seu engarrafamento, permanecendo assim durante 18 anos em processo de envelhecimento.
Notas de degustação: apresenta uma excepcional complexidade aromática, destacando-se frescas notas de mel, casca de laranja e frutos secos. No paladar é cativante, evoluindo para um vinho de grande estrutura, de taninos muito sedosos. Um vinho harmonioso, com final elegante e muito persistente.
Ele pode ser encontrado nas principais lojas especializadas do país e também diretamente na Qualimpor pelo preço de R$ 528,00 (garrafa 750 ml).
Sobre a Quinta do Crasto: a Quinta do Crasto, S.A. é uma empresa portuguesa – PME Líder 2015 – produtora de vinhos do Douro e do Porto, sedeada em Gouvinhas, conselho de Sabrosa, ao norte de Portugal. Localizada no Douro, a mais antiga região vinícola regulamentada do mundo e também classificada como Património Mundial pela UNESCO em 2001, o Crasto usufrui de condições excecionais para a produção de vinhos e de azeites da mais alta qualidade. Anualmente, a Quinta do Crasto produz um milhão e quatrocentas mil garrafas de vinho do Douro e do Porto de diversas categorias, 25% das quais destinadas ao mercado nacional e as restantes 75% destinadas à exportação para cerca de 40 mercados, localizados nos 5 continentes. Além dos vinhos, a Quinta produz ainda anualmente quarenta e cinco mil garrafas de azeite extra virgem a partir das azeitonas dos seus olivais cultivados em regime biológico, localizados na região do Cima Corgo e do Douro Superior.
Importadora Qualimpor
(11) 5181-4492
www.qualimpor.com.br

terça-feira, 3 de abril de 2018

HOTEL SAINT ANDREWS PROMOVE EXPERIÊNCIA RUINART INTERPRÉTATION
A experiência de degustação dos champagnes acontece no próximo dia 14 de abril


O Hotel Saint Andrews, em Gramado (RS), apresenta no próximo dia 14 de abril (sábado) a experiência Ruinart Interprétation. Uma descoberta baseada na interação entre a memória e os sentidos, durante um jantar especialmente harmonizado com os champagnes Ruinart Blanc de Blancs e Ruinart Rosé.
O jantar faz parte do Festival Sabores de Outono, que acontece no hotel de 13 a 15 de abril. Cada prato do menu, elaborado pelo chef André Soares, compõe a harmonização perfeita com os champagnes de uma das mais tradicionais Maisons da França.
Ruinart Interprétation é uma experiência de degustação diferente de todas as outras! Conduzida pela Brand Manager de Ruinart no Brasil, Adriana Celes, no Restaurante Primrose, a experiência acontece ao redor dos champagnes e de um coffret olfativo exclusivo da Maison. Nele, encontram-se oito pequenos frascos que contêm os principais aromas que compõem o bouquet dos champagnes Ruinart. Para começar, basta mergulhar uma pequena tira de papel em cada um dos frascos, sentir o aroma e tentar identificar sua origem. Um livreto com as famílias olfativas ajuda a decifrá-las. A revelação do coffret é o nono e último frasco, que detém a interpretação olfativa dos champagnes pelo Chef de Cave de Ruinart, Frédéric de Panaïotis. Uma vez que a experiência seja concluída, será revelada a complexidade e riqueza excepcional desses champagnes. 

MENU
Foie mi cuit, maça e brotos Ruinart Blanc de Blancs
***
Tartine quente de tomates e queijo de cabra
Ruinart Blanc de Blancs
***
Camarões e spaguete de cenoura e alho poró em
manteiga de bergamota e manjericão
Ruinart Blanc de Blancs***
Bacalhau confitado em azeite de especiarias, farofa
de
San Daniele e velouté de espinafreRuinart Rosé***
Milanesa de vitela e risoto de cogumelos do terroir ao aroma de trufas
Ruinart Rosé***
Sopa de frutas do bosque, espuma de amêndoas e sorbet de laranja
Ruinart Rosé

Aos hóspedes do Saint Andrews durante o Festival de Outono, o jantar já está incluso na estadia. O valor do jantar Ruinart Interprétation para aqueles que não estiverem hospedados no hotel é R$750,00 (por pessoa) e os interessados devem solicitar a reserva pelo telefone (54) 3295-7700 ou pelo e-mail: reservas@saintandrews.com.br.

Serviço:
Valor da diária (mínimo duas noites):CASTLE:
Suítes Pérola, Esmeralda e Granada: R$ 5.760,00
Suítes Jade, Topázio, Turquesa, Ônix e Rubi: R$ 7.300,00
Suítes Âmbar e Cristal: R$ 9.060,00
Suíte Diamante: R$ 13.900,00
MOUNTAIN:
Silver Mountain, Gold Mountain: R$ 3.738,00
Blue Mountain, White Mountain, Green Mountain, Grey Mountain: R$ 5.760,00
Stone Mountain, Pine Mountain: R$ 7.300,00
www.saintandrews.com.br
___
Mais informações sobre o champagne Ruinart: Tema Assessoria de Comunicação
Gabriela Galvêz
gabriela@temaassessoria.com.br
Tel. 11 3079.1677   Cel.11 9 8017.2274
Mais informações sobre o Hotel St. Andrews: GJP Hotels & Resorts
Pablo Torres
pablo.torres@gjphotels.com
Tel.11 3730 4033 Cel. 11 9 7493-9025